Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unitau.br/jspui/handle/20.500.11874/199
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Alterações periodontais em diabéticos tipo II e controles não diabéticos
Authors: Tolentino, Mônica Lima Lopes
Abstract: Resumo: O diabetes mellitus (DM) é caracterizado por uma deficiência no transporte de glicose da corrente sanguínea para o interior da célula, elevando os níveis de glicose no sangue. Isso ocorre pela deficiência e até mesmo resistência à insulina, e é controlada por agentes hipoglicêmicos orais e/ou dieta, associada a exercícios físicos. É classificada em tipo I e II, sendo que o segundo é a forma mais comum da doença e tem a idade como um dos fatores predisponentes. O periodonto é formado por estruturas de suporte e proteção ao elemento dentário e seu aspecto de saúde tem uma importância significante na cavidade bucal. A doença periodontal (DP) é um processo inflamatório crônico caracterizado por inflamação do tecido gengival e/ou perda de estruturas que compõem o periodonto, causando danos à estrutura dentária ou até perda do dente. É reconhecida como a sexta maior complicação do diabetes. Esse estudo teve como objetivo comparar as alterações periodontais em indivíduos diabéticos tipo II e não diabéticos residentes no município de Araguaína – Tocantins (TO). Para isso, foram examinados 34 pacientes divididos em dois grupos: diabéticos e não diabéticos, que foram submetidos a exames periodontais para determinar a Profundidade de Sondagem (PS), Perda de Inserção Clínica (PIC), Índice Gengival (IG), Índice de Placa (IP), Índice de Higiene Oral (IHO) e exames laboratoriais para os diabéticos tipo II. Para a análise estatística foi usado o teste t no intuito de obter as correlações dos índices entre os diabéticos e o teste U para analisar as alterações periodontais entre os grupos. Foram encontrados PIC e IHO maiores em diabéticos, sendo os demais índices maiores no grupo dos não diabéticos. Só IP não apresentou diferença estatística significante (p>0,05). Também foi verificada uma correlação entre IP e IG, não ocorrendo entre os demais índices. Concluiu-se que os diabéticos têm doença periodontal mais severa que os não diabéticos.
Abstract: Diabetes Melitus (DM) is characterized by a deficiency in the glicose transport from the blood stream to the inside of cells, raising the glicose leves in the blood. This occurs due to the deficiency or even resistance to insulin, and it is controlled by oral hypoglicemic agents and/or diet, associated with physical exercises. It is classified in types I and II, in such a way the second type in the most common and its predisponent factor is age. The periodonto is made of structures that support and protect the dental element and its health aspect has a significant importance to the bucal cavity. The periodontal disease (PD) is a chronic inflammatory process characterized by inflammation of the gingival tissue and /or loss of structures that compose the periodonto, causing damage to the dental structure or even loss of teeth. It's known as the sixth biggest complication derived from diabetes. This work had the purpose of comparing periodontal modifications in diabetic type II and non diabetic patients who lived in Araguaína – Tocantins (TO). Therefore, 34 patients were examined and separated in two groups with PD: diabetics and non diabetics. They were submitted to periodontal examination in order to measure the Depth Proof (PPD), Clinical Attachment Loss (CAL), Gingival Index (GI), Plaque Index (PII), Oral Hygiene Index (OHI) indices. Also, laboratorial tests were made for type II - diabetic patients. The statistical analysis was made using the t-test to obtain the indices of correlation in diabetic group and the u-test to evaluate periodontal modifications between the groups. The CAL and the indices were higher in diabetic group and the other indices were higher in non diabetic group. Only the PII index show no significant statistic difference (p>0,05). It was also verified a correlation between PII and GI indices, yet it was not true in other indices. It was possible the conclude that the diabetics have more severe periodontal disease than the non diabetics.
Keywords: Doença periodontal
Diabetes mellitus tipo 2
Inflamação gengival
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: Português
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade de Taubaté
metadata.dc.publisher.initials: UNITAU
metadata.dc.publisher.department: Departamento de Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.rights.uri: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0
URI: http://repositorio.unitau.br/jspui/handle/20.500.11874/199
Issue Date: 2007
Appears in Collections:Dissertações – Odontologia - PPGO

Files in This Item:
File SizeFormat 
Monica Lima Lopes.pdf703.42 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons